A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tufão Meranti semeia destruição

Tufão Meranti semeia destruição
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois do tufão não há bonança em Xiamen, na província chinesa de Fujian, já que o Meranti deixou um rasto de destruição antes de ser classificado tempestade tropical.

Pelo menos 10 pessoas morreram e 11 estão dadas como desaparecidas.

Mais de um milhão de habitantes estão sem eletricidade. Cerca de 330 mil cidadãos, obrigados a procurar refugio, regressam agora a casa.

A circulação dos meios de transporte foi perturbada, com o cancelamento de dezenas de voos e distúrbios nas ligações ferroviárias e marítimas.

Os dois lados do estreito de Taiwan foram abalados pelo fenómeno.

Na ilha Formosa, o Meranti causou um morto e 38 feridos.

Com ventos a chegarem aos 268 quilómetros por hora, foi classificado como o mais poderoso desde 1949.