Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

O "turismo verde" em Marraquexe

O "turismo verde" em Marraquexe
Tamanho do texto Aa Aa

Marrocos encetou uma série de projetos assinaláveis para promover o desenvolvimento sustentável. Nesta série especial da euronews a caminho da COP22, vamos conhecer algumas destas iniciativas. Começamos em Marraquexe, onde vai decorrer precisamente a cimeira mundial sobre as alterações climáticas, entre os dias 7 e 18 de novembro. E vamos descobrir como esta cidade se está a converter ao ecoturismo.

A imperial Marraquexe está a assumir o desafio ecológico. Mais de trinta hotéis passaram a ostentar o rótulo Green Key, que certifica o respeito pelo ambiente. O Royal Mansour é um deles.

“A nossa preocupação ambiental traduz-se nos nossos serviços e na formação que damos às equipas em termos de utilização da água, da eletricidade e da reciclagem do lixo”, diz-nos o diretor, Jean-Claude Messant.

“O futuro é o turismo verde”

O setor do turismo representa 12% do PIB marroquino. Em 2015, o país foi visitado por mais de 10 milhões de estrangeiros. A prioridade é enquadrar agora esta realidade com a proteção ambiental.

“Nunca quisemos desenvolver o turismo de massas. Marrocos pretende apostar no ecoturismo. Aliás, criámos um plano estratégico dedicado ao turismo sustentável. Porque o futuro é o turismo verde. Marrocos assumiu um lugar de destaque a este nível no contexto internacional e a organização da COP22 simboliza exatamente isso”, declara Abderrafie Zouiten, diretor geral do Gabinete Nacional de Turismo.

Jardin bio-aromatique de l'Ourika

Um jardim para despertar consciências

A cerca de trinta quilómetros de Marraquexe encontramos o Jardim Bioaromático de Ourika, onde se preservam dezenas de variedades de plantas autóctones e onde os visitantes têm a oportunidade de apreciar sabores e tradições locais.

Camilia Belkamel, responsável pela comunicação, afirma que “este jardim existe exatamente para passar a mensagem do desenvolvimento do ecoturismo em Marrocos. O nosso objetivo é ajudar a consciencializar as pessoas da necessidade do desenvolvimento sustentável, seja em Marrocos ou em qualquer outro país”.