Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Áustria sem apoio para congelar negociações de adesão da Turquia à UE

Áustria sem apoio para congelar negociações de adesão da Turquia à UE
Tamanho do texto Aa Aa

A Áustria está isolada na tese de que devem ser congeladas as negociações para a adesão da Turquia à União Europeia, que apresentou numa reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros, esta terça-feira, em Bruxelas.

“A palavra congelamento foi mencionada por uma delegação, mas não obteve o apoio da grande maioria dos Estados-membros presentes na sala” disse Miroslav Lajčák, o ministro da Eslováquia, país que preside à União Europeia, na conferência de imprensa após a reunião.

O ministro austríaco defende uma clarificação, na mesma linha do Parlamento Europeu, que aprovou uma resolução, não vinculativa, a favor da suspensão oficial das negociações.

Sebastian Kurz referiu que “não se trata de fechar portas ou de deixar de dialogar. Há uma enorme diferença entre manter o diálogo com um país e iludir esse país, ao fazê-lo crer que poderá aderir à União Europeia”.

O debate ocorreu dois dias antes da cimeira dos líderes da União Europeia, cuja maioria prefere manter, por agora, o impasse que se instalou. A União Europeia tem criticado a onda de repressão do governo turco em resposta à tentativa de golpe de Estado, em julho passado.