Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Londres: Funcionários acusam Harrods de ficar com maior parte das gorjetas

Londres: Funcionários acusam Harrods de ficar com maior parte das gorjetas
Tamanho do texto Aa Aa

A união sindical britânica, United Voices of the World, acusa o Harrods, os armazéns mais famosos de Londres, de ficarem com 75 por cento do valor das gorjetas, recebidas pelos empregados dos restaurantes e cafés desta grande superfície.

مظاهرات الموظفين العاملين في #هارودز احتاج على منع الاكرامية

Em sinal de protesto algumas dezenas de funcionários manifestaram-se, frente ao Harrods, este sábado. Chegaram mesmo a bloquear a entrada nestes grandes armazéns.

Os trabalhadores estarão a perder, e de acordo com a união sindical, mais de 5000 euros por ano.

A administração do Harrods não comenta a percentagem das gorjetas que vai para os funcionários mas garante que estes são pagos de forma justa e acima do salário mínimo nacional.