Última hora
This content is not available in your region

Tribunal de recurso mantém suspensão de decreto migratório de Trump

Tribunal de recurso mantém suspensão de decreto migratório de Trump
Tamanho do texto Aa Aa

O decreto anti-imigração de Donald Trump continua sem efeito. Numa decisão unânime, os três juízes do tribunal de recurso de São Francisco mantiveram a suspensão da controversa medida do novo presidente dos Estados Unidos, que visava cidadãos de sete países de maioria muçulmana.

Como já vem sendo habitual, Trump reagiu rapidamente no Twitter, dizendo: “Vemo-nos no tribunal, a segurança da nossa nação está em jogo!”.

Uma reação que leva a crer que o presidente vai agora recorrer ao Supremo Tribunal. O Departamento de Justiça indicou que o governo “está a rever a decisão e a considerar as opções”.

Trump tinha apresentado o decreto de 27 de janeiro como uma medida de “bom senso” para a segurança dos norte-americanos, no combate contra o terrorismo.

Mas a proibição de entrada de cidadãos do Irão, Iraque, Iémen, Sudão, Somália, Líbia e Síria tinha sido vivamente criticada dentro e fora do país. Da mesma forma, a suspensão da ordem executiva tinha sido efusivamente celebrada, nomeadamente nos aeroportos norte-americanos que voltaram a ver chegar voos com cidadãos dos países afetados.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.