Alemanha mobiliza-se por jornalista preso na Turquia

Alemanha mobiliza-se por jornalista preso na Turquia
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Deniz Yücel tem dupla nacionalidade, alemã e turca, e trabalha para o diário Die Welt.

PUBLICIDADE

Um jornalista alemão está em prisão preventiva na Turquia, acusado de propaganda do terrorismo e apelo ao ódio.

Deniz Yücel tem dupla nacionalidade, alemã e turca, e trabalha para o diário Die Welt. É o primeiro jornalista com passaporte da União Europeia preso desde que começou a repressão do governo de Recep Tayyip Erdoğan sobre a imprensa.

Na Alemanha, está a decorrer uma campanha para libertar Yücel. Ao contrário do que dizem as autoridades turcas, os motivos da prisão parecem ser unicamente políticos.

Para o diretor do jornal, Ulf Poschardt, este era um cenário inimaginável: “Nunca pensei que fosse ficar tão abatido. Estávamos preparados para algumas coisas, tínhamos antecipado alguns cenários, mas o facto de o pior cenário possível se tornar agora realidade deixou-nos surpreendidos”.

A solidariedade para com Yücel passa também pelo Twitter, com mensagens por parte de personalidades como Mathias Döpfner, presidente do grupo Axel Springer, proprietário do jornal, que disse: “Se prendemos a liberdade de pensamento, mais tarde ou mais cedo prendemos as pessoas também”.

Mathias Döpfner: WIR SIND DENIZ – Warum es guten, unabhängigen, also kritischen Journalismus braucht #FreeDenizhttps://t.co/ToZ6d4F6cBpic.twitter.com/gatxwvA2dx

— WELT (@welt) February 28, 2017

Wir sind Deniz. #FreeDenizhttps://t.co/PdI0erCQUtpic.twitter.com/YNlkM5RWTG

— WELT (@welt) February 28, 2017

Deniz’e özgürlük! Freiheit für Deniz! #FreeDenizhttps://t.co/ISgETRl9ZIpic.twitter.com/sYgQ4XF3eL

— taz (@tazgezwitscher) February 28, 2017

Yücel era conhecido por ser um jornalista opositor às políticas do governo turco. Foi dele uma das perguntas mais incómodas durante o último encontro de Angela Merkel com o primeiro ministro turco Ahmet Davutoğlu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Borrell compara destruição em Gaza com danos causados nas cidades alemãs na Segunda Guerra Mundial

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China

Tempestade de neve na Baviera provoca caos nas autoestradas