A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Avó deportada para Singapura depois de 28 anos no Reino Unido

Avó deportada para Singapura depois de 28 anos no Reino Unido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O caso de uma mulher deportada para Singapura está a chocar o Reino Unido. Irene Clennell é casada com um cidadão britânico e vivia no país há 28 anos, o que está a tornar o assunto ainda mais incompreensível. A razão apontada para a deportação foi a estadia prolongada em Singapura, onde esteve a tratar dos pais, que vieram a morrer.

Irene queixa-se da forma como foi tratada: “Os agentes de segurança trataram-me como se fosse uma terrorista. Pequenina como sou, imaginem dois homens enormes a agarrar-me pelos braços e a levar-me. Foi degradante e não vejo por que razão fizeram isso. Eu não ia fugir”, conta.

Irene tem filhos e uma neta nascidos no Reino Unido. Regressou com um visto de turismo. Quando o visto acabou, foi colocada num centro de retenção na Escócia e deportada no domingo. Estão a decorrer várias campanhas para ajudar Irene, nomeadamente a pagar advogados.