Última hora
This content is not available in your region

Sentimentos "agridoces" no rescaldo do referendo turco

Sentimentos "agridoces" no rescaldo do referendo turco
Tamanho do texto Aa Aa

Celebração nas ruas de Istambul. Buzinas, bandeiras e a saudação muçulmana de quatro dedos. Os partidários do “sim” no referendo celebram nas ruas.

Frustração e ceticismo do outro lado. Vídeos de manipulação tornam-se virais na internet. A oposição duvida dos resultados.

“Aqui pode ver a propaganda por detrás da eleição. Eles trabalharam para isto durante 3 meses, mas se reparar nas caras deles, pode ver que já perderam. A agência de notícias Anadolu contou 99% dos votos em duas horas mas demorou 4 para contar os últimos 0,1 %. Como isto é possível”, questiona um rapaz.

Os apoiantes do “sim” não questionam o resultado nem o presidente.

“Boas coisas vão acontecer. Recep Tayyip Erdogan, o nosso presidente, não é uma má pessoa. Algumas pessoas não precisam de gostar dele, mas ele fez muitas coisas boas. Ele tem objetivos para o futuro e depois de Atatürk não houve melhor líder do que Erdogan. Que Deus o proteja”, diz outro rapaz.

A correspondente da Euronews na Turquia, Senada Sokollu, afirma que “há muita confusão em Istambul. O governo turco declarou a vitória do sim no referendo turco e o principal partido da oposição, o CHP, acusa o governo de manipulação”.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.