Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Afeganistão: Líder se Partido Islâmico pede aos talibãs que cessem os combates

Afeganistão: Líder se Partido Islâmico pede aos talibãs que cessem os combates
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Gulbuddin Hekmatyar, o líder do Hezb-e-Islami, o Partido Islâmico do Afeganistão, regressou ao país, após um exílio e apelou aos talibãs para que coloquem fim aos combates e iniciem as negociações com o Governo de Cabul, para que se alcance a paz.

As autoridades afegãs saudaram a iniciativa deste antigo senhor da guerra, numa cerimónia de celebração do dia da Vitória Mujahideen, que marca a derrota do Governo de Mohammad Najibullah em 1992.

“Enquanto celebramos o aniversário gulbuddinda vitória da Jihad, no Afeganistão, estamos felizes que o Sr. Gulbuddin Hekmatyar, líder do Hezb-e-Islami, tenha acolhido o pedido de paz do governo afegão. Ele está no seu próprio país, orgulhosamente entre o seu próprio povo. A população afegã acolheu, também, este movimento. Esperamos que este seja um exemplo para os outros”, afirmou o primeiro-ministro afegão Abdullah Abdullah.

Hekmatyar prometeu desarmar os últimos grupos resistentes do seu movimento, de modo a promover a reconciliação.

Por seu lado, os talibãs anunciaram, na sexta-feira, o lançamento da sua ofensiva de primavera, meses após terem conquistado o controlo de parte do território do Afeganistão.