EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Alpinista nepalês de 85 anos morre no Everest

Alpinista nepalês de 85 anos morre no Everest
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Min Bahadur Sherchan, um militar reformado, morreu dentro da sua tenda, num sopé do Everest, a mais de *5 mil metros* de altitude.

PUBLICIDADE

Com agências

O alpinista nepalês Min Bahadur Sherchan morreu aos 85 anos no sopé do Monte Everest quando tentava converter-se na pessoa mais idosa a subir ao cume do mundo.

Sherchan, um militar reformado, morreu dentro da sua tenda, num sopé do Everest, a mais de 5 mil metros de altitude, onde tinha chegado como parte de um grupo de cinco alpinistas.

A informação foi avançada pelo Departamento de Turismo Nepal.

O alpinista, que entre 2008 e 2013 ostentou o título do mais velho a alcançar o topo do Evereste, morreu às 17:14 locais.

85 y/o climber Min Bahadur Sherchan is heading back to Mount Everest in hopes of regaining the title of oldest person to scale the peak. pic.twitter.com/owu6Hf3YW3

— AP Images (@AP_Images) 12 de abril de 2017

Segundo os médicos, a morte do alpinista poderá ter sido causada por um ataque cardíaco. O alpinista mais velho a chegar ao cume do mundo em 2008

Em 2008, Sherchan, então com 77 anos, converteu-se no alpinista de mais idade a atingir o cume do Everest.

Em 2013, no entanto, foi ultrapassado pelo japonês Yuichiro Miura, então com 80 anos.

A morte do alpinista nepalês ocorre uma semana depois da do suíço Ueli Steck, conhecido como “a máquina suíça”, e um dos alpinistas mais importantes do mundo.

Pelo menos 365 alpinistas obtiveram permissão do Governo nepalês para escalar o Everest esta temporada, um número recorde após anos de crise.

As permissões para escalar o Everest foram canceladas em 2015 devido ao terramoto no Nepal e em 2014 devido à avalanche que matou 16 alpinistas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nepal volta a ser abalado por sismo

Mais de 150 mortos após forte sismo registado perto da meia-noite no Nepal

Parada LGBTQ+ no Nepal