Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ciberataque afeta centenas de países

Ciberataque afeta centenas de países
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades norte-americanas e britânicas alertam para a onda de ataques cibernéticos simultâneos que atingiram dezenas de países em todo o mundo. Os piratas exigem um resgate que é aconselhável não pagar .

Os hackers podem ter usado ferramentas da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos explorando uma falha no sistemas Windows, divulgados em documentos pirateados da Agência.

Varun Badhwar, RedLock CEO comenta: “Esta é uma escala sem precedentes. Nunca vimos nada espalhar-se tão rapidamente num período de 24 horas e por tantos países e continentes. Pode levar semanas ou meses, ou talvez nunca descobriremos quem está por detrás disto, mas acho que em última análise a maior preocupação é o fato de atualmente este tipo de vírus poder ser comprado na Internet, e são acessíveis a escolas ou a estudantes universitários que poderão estar interessados em atacar as pessoas – é uma situação de crime organizado”.

O ataque informático à escala global afetou serviços hospitalares no Reino Unido, violou o sistema da Telecom Espanha e de instituições na Rússia. O Fenómeno suscita inúmeras preocupações, uma vez que bloqueia o computador visado e obriga ao pagamento de um resgate para que o softawre maligno seja retirado.