EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Incêndio seguido de explosão faz mais de 140 mortos

Incêndio seguido de explosão faz mais de 140 mortos
Direitos de autor 
De  Pedro Sacadura com REUTERS, EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Camião cisterna capotou e várias vítimas caminharam para o abismo ao tentar recolher o combustível derramado e ao serem, minutos depois, surpreendidas por uma explosão.

PUBLICIDADE

Os números poderão agravar-se, mas de acordo com as autoridades paquistanesas contam-se mais de 140 vítimas mortais, entre elas 20 crianças, na sequência de um incêndio que deflagrou este domingo perto da cidade de Ahmedpur, cerca de 670 quilómetros a sul da capital, Islamabad.

A tragédia precipitou-se quando um camião cisterna capotou. Várias vítimas caminharam literalmente para o abismo ao tentar recolher o combustível derramado e ao serem, minutos depois, surpreendidas por uma explosão.

“Algumas pessoas concentraram-se na área do acidente para tentar recolher combustível, outras vieram apenas para assistir. Há relatos de que alguém acendeu um cigarro e depois ocorreu a explosão que atingiu várias pessoas. O meu tio escapou, mas o meu primo morreu”, diz Mohammad Rashid, testemunha no local.

Os números da tragédia são ainda mais negros atendendo aos cerca de cem feridos. Dezenas de pessoas encontram-se em estado crítico a receber tratamento hospitalar.

Muitos corpos ficaram reduzidos a cinza e irreconhecíveis entre as motorizadas e automóveis carbonizados.

De acordo com um porta-voz governamental, o condutor do camião cisterna, que sobreviveu mas foi detido, perdeu o controlo da viatura depois do rebentamento de um pneu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos três mortos em tiroteio durante marcha pela paz no Paquistão

Paquistão: centenas de pessoas tratadas por insolação durante vaga de calor

Regresso forçado de milhares de afegãos satura fronteira com o Paquistão