Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Vinte toneladas de ovos tóxicos na Dinamarca

Vinte toneladas de ovos tóxicos na Dinamarca
Tamanho do texto Aa Aa

Vinte toneladas de ovos provenientes da Bélgica e contaminados com fipronil, um inseticida tóxico proibido na cadeia alimentar europeia, foram vendidas na Dinamarca, anunciou hoje a Autoridade Alimentar e Veterinária do país.

A Dinamarca tornou-se, assim, o décimo país europeu atingido por este caso que começou na Holanda no início deste mês e se estendeu a países como Bélgica, Alemanha, França, Suíça, Reino Unido, Luxemburgo, Suécia e Roménia.

“A empresa dinamarquesa Danaeg Products recebeu um total de 20 toneladas de ovos cozidos descascados de um fornecedor belga. Os ovos foram principalmente vendidos a cafetarias, cafés, cantinas e serviços de ‘catering’ e, muito provavelmente, não foram vendidos em grande quantidade para retalho”, precisou a agência, assegurando que os ovos não representam riscos para o consumo humano.

Dois suspeitos foram detidos na Holanda, quinta-feira, no âmbito da investigação à contaminação de milhões de ovos pelo uso indevido do inseticida fipronil.

Os detidos são diretores de uma empresa que alegadamente utilizou fipronil em explorações avícolas. Segundo a imprensa holandesa, trata-se da empresa Chickfriend.

Os ovos foram vendidos em pelo menos oito países

Na quarta-feira, o Ministro da Agricultura da Bélgica culpou a Holanda de não acelerar a investigação da crise.

Esta quinta-feira, a Comissão Europeia apelou a uma ação decisiva.

“Agora, é o momento de agir de forma decisiva, coordenada e transparente, não de se atirar culpas de um lado para o outro. É o que os cidadãos europeus esperam e é o que vamos fazer. Os Estados-membros são os principais responsáveis pela condução das investigações e por tomar as medidas adequadas, “ declarou o porta-voz da Comissão Europeia, Daniel Rosário.

Fipronil é um inseticida usado para tratar animais de estimação mas o seu uso é proibido na cadeia alimentar por poder causar danos em órgãos humanos se forem ingeridas grandes quantidades.

Ovos contaminados terão sido importados para a Alemanha, França, Luxemburgo, Reino Unido, Suécia e Suíça. Em Portugal, segundo a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), os ovos em causa não estão à venda.

(Com Lusa)