Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Plenário de Charlottesville marcado por protestos

Plenário de Charlottesville marcado por protestos
Tamanho do texto Aa Aa

Com agências

O primeiro plenário municipal depois dos confrontos em Charlottesville, no estado norte-americano da Virgínia ficou marcado por protestos.

Várias pessoas foram expulsas pelas autoridades locais depois de interromperem a assembleia.

Os residentes acusaram as autoridades de responsabilidade pela morte de Heather Heyer, ativista pelos Direitos Civis.

Heyer foi morta num ataque levado a cabo por um simpatizante da extrema-direita, que investiu com um veículo contra grupos que protestavam contra a presença dos supremacistas brancos e neo-nazis na cidade.

As autoridades permitiram que fosse realizada uma manifestação contra a remoção de uma estátua do General Robert E. Lee, que lutou do lado da Confederação – que defendia a escravatura – durante Guerra Civil dos Estados Unidos.




A remoção de estátuas relacionadas com figuras destacadas da Confederação tam provocado polémica e mesmo confrontos nos EUA, especialmente nos estados do que é culturalmente definido como o Sul – como as Carolinas, o Kentucky, o Tennessee, a Geórgia, o Alabama, o Mississippi ou o Arkansas.