EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Kenyatta aceita decisão de anular eleições

Kenyatta aceita decisão de anular eleições
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Supremo Tribunal queniano invalidou os resultados da eleição que deu a vitória ao atual presidente.

PUBLICIDADE

O presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, e o líder da oposição Raila Odinga já reagiram à decisão do Supremo Tribunal do país, que invalidou os resultados das eleições do dia 8 de agosto. A decisão, anunciada pelo Supremo na manhã desta sexta-feira, apanhou todos de surpresa e vai obrigar à repetição das eleições em que Keyatta tinha sido dado como vencedor. Para Odinga, candidato dado inicialmente como derrotado, a ocasião é de festa: “É um dia histórico para o povo do Quénia e, por extensão, para todo o povo do continente africano. Pela primeira vez na história da democratização de África, uma decisão de um tribunal anula umas eleições presidenciais irregulares”, disse o líder da oposição.

Kenyatta não vai contestar esta decisão do tribunal: “Pessoalmente, discordo da decisão tomada hoje, mas respeito-a. A minha mensagem principal para todos os quenianos é de paz. Deixem-nos ser um povo de paz”, disse o ainda presidente do país.

Com esta decisão, o Supremo Tribunal de Nairobi deu seguimento ao recurso interposto pela oposição. Os observadores internacionais destacam a forma equilibrada como foi levado a cabo o processo e como o tribunal, presidido por David Maraga, ouviu todas as partes envolvidas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líder militar vence eleições no Chade, apesar de alegações de fraude

Líder da oposição celebra vitória nas legislativas na Guiné-Bissau

Candidato do partido no poder vence presidenciais da Nigéria