Detidos autores de violações em grupo

Detidos autores de violações em grupo
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

Foi detido o quarto suspeito de um crime que suscitou a indignação em Itália e na Polónia. Guerlin Butungu, congolês de 20 anos, migrante resgatado do mar Mediterrâneo em 2015, foi interpelado pela polícia num comboio perto de Rimini, onde as violações ocorreram. Estava armado com uma faca e teria intenção de fugir para França.

Os outros três suspeitos, menores, estavam já detidos. Dois, marroquinos nascidos em Itália, de 15 e 17 anos, tinham-se entregado depois das autoridades terem publicado imagens de câmaras de vigilância. Um terceiro, nigeriano, de 16 anos, foi detido no sábado.

Os crimes aconteceram na semana passada em Rimini, na costa do mar Adriático. Quatro homens surpreenderam um casal polaco, espancaram o homem e violaram a mulher. Pouco tempo depois estupraram uma outra turista, peruana.

De acordo com a comunicação social italiana, o congolês agora detido tinha visto o pedido de asilo rejeitado mas foi autorizada uma permanência temporária em Itália com base em razoes humanitárias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lampedusa está sobrecarregada depois de receber mais de 1000 migrantes em 24 horas

Salvini julgado por recusar desembarque de migrantes: "Orgulhoso do que fiz"

A crise dos migrantes na fronteira franco-italiana