Papa recusa clemência a pedófilos

Papa recusa clemência a pedófilos
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Papa Francisco deseja que os padres condenados por pedofilia não possam recorrer da sentença canónica de perda do sacerdócio e assegurou que nunca concederia essa graça em tal tipo de situação.

PUBLICIDADE

O Papa Francisco deseja que os padres condenados por pedofilia não possam recorrer da sentença canónica de perda do sacerdócio e assegurou que nunca concederia essa graça em tal tipo de situação, informou a agência AFP.

Num discurso improvisado, Jorge Bergoglio falou, esta quinta-feira, pela primeira vez, com a sua Comissão de Peritos para aconselhamento sobre as melhores práticas para manter os pedófilos fora do sacerdócio e proteger as crianças.

Duas vítimas da pedofilia no seio da igreja católica, que fazem parte da Comissão, denunciaram a falta de colaboração no Vaticano. O Papa reconheceu que a Igreja demorou a dar uma resposta.

“A tomada de consciência pela Igreja chegou um pouco atrasada, (…) e os meios para resolver o problema também chegaram tarde. É uma realidade, a velha prática de se mudar de uma diocese para outra (os sacerdotes pedófilos) adormeceu um pouco as consciências”, reconheceu o pontífice argentino.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Christiania, em Copenhaga, quer renascer sem haxixe

Reféns em discoteca neerlandesa libertados. Suspeito detido pela polícia

Andrew Tate e irmão detidos na Roménia