A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Robert Mugabe destituído do ZANU-PF

Robert Mugabe destituído do ZANU-PF
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Robert Mugabe terá aceitado abandonar a presidência do Zimbabué, 37 anos depois. De acordo com os media do país, o chefe de Estado irá dirigir-se, ainda este domingo, à população.

O fim do regime de Robert Mugabe aproxima-se a passos largos. O veterano, de noventa e três anos de idade, foi destituído da liderança do seu próprio partido e depois de trinta e sete anos como presidente do Zimbabué, o máximo a que parece aspirar é uma saída airosa da cadeira do poder. Mugabe reúne este domingo com os militares que assumiram o controlo estatal e tem recusado a demissão por não querer legitimar o golpe mas não descarta uma saída digna.

Uma medida do agrado do exército, não só devido à pressão internacional para encontrar uma solução nos termos da lei, mas também devido à insistência de que não se trata de um golpe de estado.

Além da destituição do líder, o ZANU-PF expulsou ainda a sua esposa, Grace Mugabe.

Nas ruas de Harare, o cenário não é muito diferente e milhares exigiram a sua saída numa manifestação este sábado.

Ventos de mudança que se explicam facilmente, o país atravessa uma grave crise e cerca de 90% da população ativa está no desemprego.