This content is not available in your region

Argentina concentra todos os meios nas buscas pelo submarino desaparecido

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Argentina concentra todos os meios nas buscas pelo submarino desaparecido

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, desaparecido no passado dia 15 com 44 tripulantes a bordo, são agora uma prioridade nacional. O presidente da República da Argentina, Mauricio Macri, pediu esta terça-feira aos principais chefes militares para usarem todos os meios necessários para encontrarem a embarcação.


Estes meios poderão finalmente ser mais efetivos com a melhoria das condições climatéricas para as operações de localização e salvamento.

“As condições meteorológicas melhoraram, como previmos. As ondas estão com uma altura de dois metros e, dessa forma, podemos maximizar o uso dos sensores de todos os equipamentos à nossa disposição”, declarou Gabriel Galeazzi, capitão da Marinha argentina.

O desaparecimento do submarino ao largo do Mar del Plata está a comover o país e o arcebispo de Buenos Aires, Mario Aurelio Poli, realizou mesmo uma missa em nome dos 44 tripulantes.


Construído nos anos 80, o submarino de origem alemã sofreu uma profunda renovação em 2014 e está sem comunicar desde o dia 15. Para ajudar os cerca de quatro mil efetivos já integrados nas operações, a Argentina conta também com o auxílio de vários países, nomeadamente Uruguai, Chile, Brasil, Peru, Estados Unidos ou Reino Unido.