EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Cristina Kirchner em guerra contra justiça argentina

Cristina Kirchner em guerra contra justiça argentina
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cristina Kirchner nega as acusações de que está a ser alvo. A ex-presidente argentina está acusada de "traição".

PUBLICIDADE

A ex-presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, nega todas as acusações de que está a ser alvo. A antiga chefe de Estado está acusada de "traição" por, alegadamente, ter feito um pacto com o Irão para encobrir altos funcionários deste país, suspeitos de ordenarem um atentado contra a sede da Associação Mutualista Israelita Argentina, em 1994.

"É uma causa inventada, de factos que não existiram e o julgamento de política estrangeira. Do ponto de vista jurídico tudo o que está a acontecer é despropositado. Mais uma demonstração de como o governo do presidente Macri manipula a justiça e os juízes que os aplaudem e os meios de comunicação oficial, usados como instrumentos de uma política de perseguição sem precedentes, numa Democracia".

Kirchner foi eleita senadora em outubro último e deverá assumir funções a 10 de dezembro. Sobre ela recai um mandado de detenção. Cabe ao Senado decidir se levanta a imunidade para que esta possa ser julgada. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Argentinos saem à rua contra projeto-lei controverso do Presidente Milei

Candidato da extrema-direita vence presidenciais na Argentina

Massa e Milei vão disputar segunda volta na Argentina