Paula Brito e Costa pede demissão

Paula Brito e Costa pede demissão
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Fundadora e presidente da Raríssimas não resiste a denúncias de alegadas irregularidades na gestão financeira da instituição

PUBLICIDADE

Os sorrisos e os prémios pertencem ao passado, Paula Brito e Costa apresentou esta terça-feira a demissão de presidente da Raríssimas. Em declarações ao Expresso, a fundadora da Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras anunciou que saía uma vez que a sua presença estava a afetar a instituição e porque a lei em vigor não prevê uma suspensão temporária de funções enquanto decorre a investigação ordenada pelo Ministério Público.

Em causa estão alegadas irregularidades na gestão financeira e uso de dinheiros da associação em benefício próprio denunciadas por uma reportagem da TVI. Paula Brito e Costa garante que tudo isto não passa de uma cabala.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Processo de António Costa desce do Supremo para o DCIAP

"Operação Maestro": O que sabemos até agora sobre o novo caso de corrupção em Portugal

Eleições Portugal: Mais de 200 mil eleitores optaram por votar antecipadamente