Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"República da Catalunha conquistou a monarquia do 155" - Puigdemont

"República da Catalunha conquistou a monarquia do 155" - Puigdemont
Tamanho do texto Aa Aa

O antigo presidente da Generalitat referiu que o resultado das eleições desta quinta-feira, que deu a maioria aos movimentos separatistas, "pede um novo referendo".

A partir de Bruxelas, onde está exilado, Carles Puigdemont afirmou que os catalães deram uma bofetada ao Governo espanhol de Mariano Rajoy e exigiu que se levante, de imediato, o artigo 155 da Constituição, que suspendeu a autonomia da Catalunha.

"A República da Catalunha conquistou a monarquia do artigo 155. Espero que eles entendam. Eles devem perceber isso. O Estado espanhol foi derrotado. Rajoy e os seus parceiros perderam e levaram uma bofetada dos catalães. Perderam o plebiscito com o qual queriam legalizar o golpe de Estado do artigo 155 ", afirmou Puigdemont.

A número dois da "Esquerda Republicana Catalã", Marta Rovira, afirmou que os catalães votaram República" e "contra o 155". Isto, apesar do partido liderado por Oriol Junqueras, preso por "rebelião", não ter ido além dos 21,40% dos votos, elegendo 32 deputados e falhando o objetivo de vencer o escrutínio.

A "Candidatura de Unidade Popular", de extrema-esquerda, assegurou a eleição de quatro deputados, conquistando 4,45% dos votos. O líder, Carles Riera afirmou que as eleições resultaram numa "maioria republicana" sublinhando, no entanto, que entre os independentistas, a esquerda tem mais deputados do que a direita de Puigdemont.