Última hora
This content is not available in your region

Islândia é o primeiro país a legislar sobre igualdade salarial entre homens e mulheres

Islândia é o primeiro país a legislar sobre igualdade salarial entre homens e mulheres
Tamanho do texto Aa Aa

A lei entrou em vigor no primeiro dia de 2018. Na Islândia, as empresas privadas e agências governamentais estão obrigadas a apresentar provas de que os funcionários recebem salários iguais pelo mesmo tipo de trabalho, independentemente de serem homens ou mulheres

Esta lei faz da Islândia o primeiro país do mundo a implementar a igualdade salarial entre géneros.

As novas regras valem para empresas privadas e agências governamentais que tenham mais de 25 funcionários e se não forem aplicadas implicam multas impostas pelo Estado.

O país nórdico liderou, nos últimos nove anos, a lista do Fórum Económico Mundial de países onde há mais igualdade salarial entre géneros, seguido pela Noruega, Finlândia, o Ruanda e a Suécia

O governo islandês tem como objetivo erradicar completamente as desigualdades salariais no país até 2020.

Em Portugal, os homens continuam a ganhar mais 17,8% que as mulheres em cargos semelhantes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.