Desaparecidos 32 tripulantes de petroleiro acidentado no Mar da China Oriental

Desaparecidos 32 tripulantes de petroleiro acidentado no Mar da China Oriental
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um petroleiro iraniano chocou com um cargueiro chinês ao largo do Mar da China Oriental no sábado à noite. Os 32 tripulantes da embarcação estão desaparecidos. O petroleiro continua envolto em fumo negro denso.

PUBLICIDADE

Um cargueiro de petróleo iraniano, gerido pelo Irão, mas com pavilhão do Panamá, incendiou-se e começou a derramar carga para o Mar da China Oriental depois de ter colidido com um navio cargueiro chinês. 

Os 32 tripulantes estão desaparecidos, ao passo que a tripulação da embarcação chibesa foi resgatada pelos meios enviados na manhã de domingo pela China.

O petroleiro "Sanchi" seguia do Irão para a Coreia do Sul quando embateu, no sábado à noite e a cerca de 160 milhas náuticas da costa de Xangai, no "CF Crystal", cuja tripulação foi resgatada pelos meios chineses enviados

O petroleiro transportava 136 mil toneladas de petróleo leve, mais ou menos o equivalente a um milhão de barris.

Os acidentes com derramamento de larga escala - mais de 700 toneladas - têm vindo a decrescer de uma média de 24,5 por ano na década de 70 para a média de 1,7 por ano desde 2010, de acordo com a Federação de Poluição de Proprietários de Cargueiros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O Irão diz que não há sobreviventes do incêndio no petroleiro Sanchi