A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Palestina não quer acordo de paz com EUA

reuters
reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Desde que Donald trump assumiu Jerusalém como capital de Israel, que o Médio Oriente nunca mais foi o mesmo.

O Presidente da Autoridade Nacional da Palestina deixou a posição da região bem clara em relação aos Estados Undios. Num encontro de líderes, desmentiu as palavras do presidente norte-americano.

"Donald Trump disse num tweet que não vai dar dinheiro aos palestinianos porque rejeitamos a negociação. **Que vergonha, Donald Trump!** Quando é que nós rejeitamos as negociações?", disse Mahmoud Abbas. 

O líder palestiniano não se ficou por aqui, diz  não querer nenhum acordo de paz com os EUA e que não vai permitir a interferência do país norte-americano na relação Israel - Palestina. 

"Não aceitamos a América como mediadora entre nós e Israel " 

Na reunião, que durou duas horas, Abbas acusou ainda o governo israelita de terminar com o acordo de Oslo, de 1994, acordo responsável pelo início do processo de paz.