EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Manuel Vicente será julgado em separado

Manuel Vicente será julgado em separado
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Processo que visa ex-vice-presidente de Angola arrancou esta segunda-feira em Lisboa

PUBLICIDADE

O julgamento que semeia a discórdia entre Portugal e Angola arrancou no Campus da Justiça, em Lisboa, marcado pela ausência de Manuel Vicente, e pela separação do processo contra o ex-vice-presidente angolano e os restantes arguidos.

O advogado de Vicente felicitou-se da decisão, que pode abrir a via à transferência do dossiê para Luanda, como reclama o governo angolano.

O ex-vice-presidente angolano é acusado de corrupção ativa e branqueamento de capitais, na época em que era presidente da Sonangol.

O processo da chamada "operação Fizz" tem também como arguidos o ex-procurador Orlando Figueira, o advogado Paulo Blanco e o empresário Armindo Pires.

Figueira é acusado de branqueamento de capitais em coautoria com Vicente, corrupção passiva, violação do segredo de justiça e falsificação de documentos, na época em que era o procurador do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, nomeadamente por alegadamente ter arquivado, a pedido do ex-vice-presidente de Angola, o inquérito do caso "Portmill", relacionado com a compra de um imóvel de luxo no Estoril.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Julgamento do processo "Fizz" começa com ausente de peso: Manuel Vicente

Abstenção e desconhecimento sobre a UE serão teste às eleições europeias em Portugal

Novo aeroporto em Alcochete vai chamar-se Luís de Camões e Alta Velocidade está a caminho