Última hora

Última hora

Ciclone Gita semea o caos no arquipélago de Tonga

Em leitura:

Ciclone Gita semea o caos no arquipélago de Tonga

Ciclone Gita semea o caos no arquipélago de Tonga
Tamanho do texto Aa Aa

Com chuva intensa e ventos superiores a 200 quilómetros por hora, a passagem do ciclone Gita no arquipélago de Tonga, no Pacífico sul, provocou um número indeterminado de feridos na última noite. Várias casas ficaram destruídas e nem mesmo o Parlamento deste reino independente escapou à fúria do ciclone de categoria 4. Ainda, assim, não há para já registo de vítimas mortais.

"A primeira coisa que me passou pela cabeça quando saí à rua de manhã foi que devia haver mortos. Penso que tivemos muita, muita sorte" afirma Leveni 'Aho da Autoridade Nacional de Proteção Civil

No arquipélago polinésio de Tonga fazem-se, agora, contas aos prejuízos já que pouco ou nada ficou de pé.

"É triste ver que muitos monumentos históricos na cidade ficaram destruídos e que muitas casas ficaram sem telhados ou paredes " refere Graham Kenna da Autoridade Nacional de Proteção Civil

Cerca de 6 mil pessoas passaram a última noite em centros de abrigo Dezenas de toneladas de carga de ajuda humanitária oriunda de países como a Nova Zelândia e Austrália estão já a caminho do arquipélago.

O ciclone segue, agora, em direção às ilhas Fiji.