Confrontos entre polícia e manifestantes em Itália

Confrontos entre polícia e manifestantes em Itália
Direitos de autor Reuters
De  Ana Serapicos
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A uma semana das eleições no país, centenas de pessoas foram até às ruas protestar contra o fascismo

PUBLICIDADE

A pouco mais de uma semana das eleições italianas, foram marcadas, para este sábado, quatro manifestações em todo o país. Ruas cheias contra uma Itália que dizem estar a evoluir como "um país fascista".

Esta campanha eleitoral está a ser marcada por vários atos de violência política, agora, na reta final, os protestos aumentam. Só em Roma foram mobilizados 3500 polícias para este sábado de manifestações.

Em Milão, o cenário foi parecido, com vários confrontos entre forças policiais e manifestantes de extrema-esquerda.

Apesar de dia de manifestações, foi também dia de campanha na praça principal da cidade da moda. As políticas de imigração foram mais uma vez discutidas pelo partido de direita.

Por um lado, Berlusconi condena o ataque contra os seus imigrantes africanos que aconteceu no início deste mês. Mas, por outro lado, quer deportar 600 mil pessoas que chegaram ilegalmente ao país nos últimos 5 anos. Um discurso que não agrada os italianos de esquerda.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Emma Bonino à Euronews: "É preciso relançar o projeto europeu"

Confrontos entre extrema-esquerda e polícia italiana

Dois advogados de Berlusconi na corrida às legislativas