Última hora

Última hora

ONU diz que trégua não foi respeitada em Ghouta Oriental

Em leitura:

ONU diz que trégua não foi respeitada em Ghouta Oriental

ONU diz que trégua não foi respeitada em Ghouta Oriental
@ Copyright :
REUTERS/Bassam Khabieh
Tamanho do texto Aa Aa

Não foi respeitada a trégua humanitária decretada pela Rússia para esta terça-feira, na Síria. A informação é confirmada pelas Nações Unidas, que através de uma resolução tinha pedido um cessar-fogo de 30 dias.

A ONU adianta que os combates em Ghouta Oriental prosseguiam. De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos morreram, pelo menos duas pessoas, uma delas uma criança e 16 ficaram feridas.

"Claramente, a situação no terreno não permite que os comboios humanitários possam entrar ou que se faça a retirada de pessoas. Esta é uma questão de vida ou morte é por isso que precisamos de 30 dias de trégua nas hostilidades, em toda a Síria. Como pede a resolução do Conselho de Segurança", adiantou Jens Lærke, o porva-voz da UNOCHA.

Fonte do Exército russo, citado pelas agências de notícias de Moscovo, acusa os rebeldes de abrirem fogo sobre o corredor humanitário, no momento em que este foi aberto no momento em que este foi aberto, tornando impossível a retirada de pessoas ou a entrada de ajuda humanitária.

À agência France Press o Observatório Síria precisava que foram lançados 24 obuses, feitos ataques aéreos e lançados barris de explosivos sobre Ghouta pelas forças leais ao presidente Bashar Al Assad.

O cessar-fogo previa a criação de um corredor humanitário, entre as nove da manhã e as duas da tarde, para retirar em segurança mais de 400 mil sírios que permanecem na cidade.