Última hora

Primeiro-ministro arménio demite-se

Primeiro-ministro arménio demite-se
Direitos de autor
REUTERS/Vahram Baghdasaryan
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro da Arménia, Serzh Sarkisian demitiu-se, esta segunda-feira, poucos dias depois de ter sido nomeado pelo Parlamento arménio.

Sarkisian afirmou que a sua saída servirá para manter a paz no país.

O antigo presidente tem sido fortemente contestado nas ruas, desde a nomeação como chefe do Executivo, na semana passada.

No domingo, mais de cem militares aderiram aos protestos, na capital Irevan, levando o exército a declarar ilegal a ação dos soldados e prometendo castigos pesados.

Os líderes da oposição que promoveram as manifestações foram detidos.

Os contestatários acusavam Serzh Sarkisian de querer manter-se no poder, a todo o custo, após dez anos como presidente. Em 2015, Sarkisian propôs uma alteração constitucional para aumentar os poderes do primeiro-ministro, garantindo que não pretendia ocupar o cargo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.