EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Macron e Trump em jantar na Casa Branca

Macron e Trump em jantar na Casa Branca
Direitos de autor 
De  Euronews com REUTERS E LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A visita do presidente francês é dominada pela questão nuclear iraniana.

PUBLICIDADE

A visita do presidente francês, Emmanuel Macron, aos Estados Unidos tem sido dominada pela questão nuclear iraniana.

Esta terça-feira, o casal presidencial dos Estados Unidos recebeu Emmannuel e Brigitte Macron na Casa Branca, para um jantar oficial de gala.

Em conferência de imprensa, antes do jantar, o Presidente francês, Emmanuel Macron, e o seu homólogo dos Estados Unidos, Donald Trump, defenderam um novo acordo para travar as ambições nucleares do Irão.

“Nós não temos as mesmas posições de princípio sobre este tema e tivemos uma conversa muito aprofundada sobre a questão” deste acordo assinado em 2015 com o objetivo de impedir o Irão de se dotar de armas nucleares, declarou Macron.

“Desejamos, por isso, poder a partir de agora trabalhar num novo acordo com o Irão”, acrescentou o chefe de Estado francês.

Por seu lado, Trump exigiu um novo acordo com bases “sólidas”.

“É um acordo com alicerces podres, é um mau acordo, uma má estrutura”, afirmou o presidente dos Estados Unidos.

Durante a sua campanha presidencial, Trump prometeu rasgar o acordo, desejado pelo seu antecessor na Casa Branca, Barack Obama, e fruto de anos de negociações.

Ameaçando passar à ação 15 meses após a chegada ao poder, Trump deu aos signatários europeus do atual acordo com o Irão (Alemanha, Reino Unido e França) até 12 de maio para o tornar mais severo.

“Veremos o que acontece após dia 12”, comentou.

Emmanuel Macron e a mulher encontram-se numa visita oficial de três dias aos Estados Unidos, numa decisão do presidente francês que contrasta com o postura de grande parte dos líderes da União Europeia, que têm optado pelo distânciamento em relação ao presidente Trump.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europeus vão retaliar após decisão de Trump de impor tarifas

A volta a casa de um Macron quase Kennedy

Franceses expectantes com visita de Macron aos EUA