Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Líderes saem confiantes da cimeira europeia a 16

Líderes saem confiantes da cimeira europeia a 16
Tamanho do texto Aa Aa

A pose para a fotografia retrata a mensagem da cimeira a 16: de Bruxelas não saem para jádecisões finais, mas começa a haver boa-vontade para resolver em união a crise migratória na Europa.

À saída da reuniâo informal, a chanceler alemã salientou a importãncia de encontrar soluções conjuntas. "Sempre que possível, queremos tentar encontrar soluções europeias. E quando não é possível, queremos juntar todos aqueles que têm vontade de estabelecer linhas comuns de ação", disse Angela Merkel aos jornalistas.

Para Merkel, uma solução conjunta poderá também significar o fim de problemas internos, depois de os parceiros de coligação da CSU terem exigido um acordo comunitário mais abrangente para resolver a crise de migrantes e refugiados.

No Twitter, o primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte assinalou o fim da reunião informal, dizendo que regressa a Roma satisfeito e que foi dado o rumo certo ao debate em curso.

Itália fez subir as tensões entre os congéneres europeus, depois de ter rejeitado o aportamento de duas embarcações com migrantes e fez relançar o debate dos direitos humanos e das responsabilidades dos Estados-Membros de acolher pessoas de fora da comunidade europeia.

Com os países do sul europeu a não conseguirem dar resposta à crise migratória e a crescente implementação de medidas anti-imigração na Europa, os Estados-membros tentam agora encontrar uma política comum.

O próximo encontro, já a 28, será quinta-feira, na Cimeira oficial da União Europeia"