Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Acordo comercial UE - Japão

Acordo comercial UE - Japão
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de quatro anos de negociações, a União Europeia e o Japão assinam um acordo de livre comércio em Tóquio nesta terça-feira.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e o líder da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, encontram-se com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em plena escalada das tensões no comércio internacional.

Com uma população de 127 milhões de habitantes, o Japão é o segundo maior parceiro comercial da União Europeia na Ásia e o sexto do mundo.

A UE já exporta mais de 58 mil milhões de euros em bens e mais de 28 mil milhões em serviços, para o território japonês.

Mais de 600 mil postos de trabalho na União estão relacionados com as exportações para o Japão.

Este país asiático é a quarta economia mundial. O acordo vai eliminar quase todas as tarifas aduaneiras que até agora representavam mil milhões de euros por ano.

As principais vendas japonesas na União Europeia correspondem a material elétrico, veículos e equipamento médico. Por seu turno, os 28 também exportam automóveis, máquinas, medicamentos e produtos agrícolas, como carne, vinho e queijo.