Última hora
This content is not available in your region

Imagens inéditas do "homem mais solitário do mundo"

euronews_icons_loading
Imagens inéditas do "homem mais solitário do mundo"
Tamanho do texto Aa Aa

Foram divulgadas as primeiras imagens do "homem mais solitário do mundo".

É o último membro da tribo da qual fazia parte e acredita-se que viva sozinho no meio da floresta da Amazónia há já 22 anos.

O vídeo, partilhado pela FUNAI, a Fundação Nacional do Índio, mostra o homem de meia idade a cortar uma árvore. A FUNAI tem acompanhado este último sobrevivente da tribo desde 1996, mas nunca o tinha filmado.

Qual a importância deste vídeo?

Este registo carrega não só uma mensagem na área da psicologia social mas também uma mensagem política, até porque chega numa altura em que os fundos e as áreas de proteção a terras indígenas têm diminuido por parte do governo brasileiro. O vídeo acaba por ser a prova de que este homem, monotorizado há duas decadas, está vivo, e que é preciso continuar a apostar nas áreas protegidas e nas organizações que apoiam a proteção dos direitos indígenas, como a FUNAI.

O que se sabe deste homem?

Pouco se sabe sobre a história que tem. Acredita-se que tenha 50 anos e que terá ficado sozinho em 1995, depois do resto dos membros da própria tribo terem sido assassinados por fazendeiros locais. Segundo a FUNAI, ninguém foi condenado pelos crimes.

Até agora, havia apenas uma única fotografia do "homem do buraco", como também é conhecido - por terem sido encontrados vários buracos no chão feitos pelo próprio, para caçar ou para se esconder- O único resgisto foi captado por um fotógrafo que acompanhava a FUNAI numa das viagens de monotorização, em 1998.