Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Alex Salmond deixa o Partido Nacionalista Escocês

Alex Salmond deixa o Partido Nacionalista Escocês
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Alex Salmond deixou o Partido Nacional Escoês (SNP) depois de conhecidas alegações de conduta sexual inapropriada da sua parte. As queixas partiram de duas funcionárias e relacionam-se com episódios que terão ocorrido quando Salmond era primeiro-ministro da Escócia.

O antigo primeiro-ministro passou 45 anos no SNP e deixa a organização apesar de rejeitar todas as acusações. Decidiu, entretanto, processar a administração do SNP.

Alex Salmond diz que deixa o partido para poupar o SNP às críticas da oposição e para evitar divisões internas.

"Deixem-me ser claro mais uma vez. Rejeito estas duas queixas relacionadas com assédio e rejeito totalmente qualquer ideia de conduta criminosa.

No entanto, não vim para a política facilitar ataques da oposição contra o SNP. Como o Parlamento reúne na próxima semana, deixei o partido para eliminar esta linha de ataque da parte da oposição," disse Alex Salmond.

Salmond deu início a uma campanha de recolha de fundos para pagar os advogados de defesa nas acusações que caem sobre ele da parte do Governo escocês.

Em poucas horas, o antigo primeiro-ministro acumulou o equivalente a mais de 50 mil euros.

Nicola Sturgeon, atual primeira-ministra escocesa, próxima de Salmond, disse lamentar a siutação. Recordou a enorme contribuição de Salmond ao movimento nacionalista escocês.