Última hora

Última hora

Peter Madsen recorre da decisão e procura uma pena mais leve

Em leitura:

Peter Madsen recorre da decisão e procura uma pena mais leve

Peter Madsen recorre da decisão e procura uma pena mais leve
Tamanho do texto Aa Aa

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, procura uma redução de pena, num processo que começou em Copenhaga.

O juíz condenou Madsen em abril. O construtor de submarinos, de 47 anos foi considerado culpado de homicídio premeditado, abuso sexual, profanação de cadáver e violação de leis marítimas.

Peter Madsen recorreu da sentença no que diz respeito à duração, ao mesmo tempo que aceitou a sua culpabilidade, porque se sente "com energia para lutar mais," de acordo com a sua advogada, Betina Hald Engmark.

A defesa diz que a prisão perpétua é "uma condenação pouco habitual para um só crime, cometido por alguém sem antecedentes." O normal seria uma pena de 12 anos ou de 16, tendo em conta o contexto, disse Engmark.

Mas Kristian Kirk, procurador da Coroa, disse que o caso "não tem comparação na história jurídica dinamarquesa" e manteve o pedido de cadeia perpétua.

Em primeira instância, o tribunal considerou provado que Madsen planeou cometer um assassinato dentro do submarino Nautilus, ainda que Kim Wall não fosse, em princípio uma vítima escolhida.

O inventor e a jornalista fizeram uma viagem no submarino em agosto de 2017. Horas mais tarde, o namorado de Wall alertou as autoridades, que a procuraram até ao regresso de Madsen que chegou sozinho à baia de Køge, a sul de Copenhaga.

Peter Madsen disse então que tinha deixado a jornalista em terra na noite anterior, mas, no dia seguinte, explicou que esta tinha morrido "num acidente," explicação que modificou semanas mais tarde, quando os restos mutilados de Kim Wall foram encontrados por elementos das polícias sueca e dinamarquesa.

Depois de ter sido agredido por outro recluso, há umas semanas, Peter Madsen foi transferido para outro estabelecimento prisional.