Última hora

Última hora

Papa Francisco em digressão pelo Báltico

Em leitura:

Papa Francisco em digressão pelo Báltico

Papa Francisco em digressão pelo Báltico
Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco inicia no sábado na Lituânia uma digressão pelos países bálticos, naquela que é a primeira visita de um líder da Igreja Católica à região num quarto de século.

Uma deslocação durante a qual o Sumo Pontífice recordará as chagas da ocupação soviética e nazi.

O reverendo Mykolas Sotkichenka diz que "a visita reflete as ideias do Papa de analizar a periferia, em vez dos centros de poder estabelecidos. Vem à Lituânia quando o país celebra 100 anos de independência e 25 anos desde a visita de João Paulo II. Segundo as estatísticas, 80 por cento da população lituana identifica-se como Católica Romana, contra apenas 21 por cento na Letónia e menos de 1 por cento na Estónia".

Se João Paulo II visitou a Lituânia, Letónia e Estónia apenas dois anos depois da desintegração da União Soviética, o Papa Francisco viajará a três membros da União Europeia de relações tensas com os vizinhos russos.

Em Vilnius, uma voluntária diz que esperam "ver aqui cerca de 40.000 pessoas, mas em todo o país, serão largos milhares ou mesmo um milhão".

O Sumo Pontífice passará o fim-de-semana em território lituano e o início da próxima semana na Letónia e na Estónia.