Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Senado americano dá ultimato a acusadora de Kavanaugh

Senado americano dá ultimato a acusadora de Kavanaugh
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O comité judicial do Senado americano exige que a professora universitária que acusa Brett Kavanaugh de tentativa de violação decida até este sábado se vai prestar um testemunho oficial do sucedido.

O senador Chuck Grassley, que dirige o comité, utilizou uma rede social para informar Kavanaugh do prolongamento dos prazos já estabelecidos, dizendo esperar que o juiz compreenda a decisão.

A nomeação de Kavanaugh iria consolidar o domínio dos conservadores no Supremo Tribunal e uma viragem à direita que poderá durar vários anos.

"Temos de lutar por ele, sem nos preocuparmos com o outro lado. Aliás, as mulheres apoiam-nos, mais ainda do que se pensava", declarou o presidente americano.

A professora universitária está a tentar obter garantias para a audiência no Senado, nomeadamente ao nível da segurança, uma vez que tem alegadamente recebido várias ameaças de morte, tendo já mudado de residência.