Trump corta ajudas face a caravana de migrantes

Trump corta ajudas face a caravana de migrantes
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente norte-americano anunciou corte de ajudas a países da América Central, acusando-os de não conseguirem parar caravana de milhares de migrantes que caminham em direção aos EUA

PUBLICIDADE

Donald Trump anunciou uma redução imediata das ajudas às Honduras, ao Guatemala e a El Salvador, acusando os três países da América Central de não terem sido capazes de parar a caravana de milhares de migrantes que caminha em direção aos Estados Unidos.

O presidente norte-americano criticou também a atuação da polícia e do Exército do México, que classificou de "incapazes" de deter os migrantes, afirmando no Twitter que alertou os guardas fronteiriços e militares norte-americanos para o que classificou de uma "Emergência Nacional".

Depois de uma segunda noite no México, milhares de migrantes, na maioria provenientes das Honduras, encetaram esta segunda-feira o caminho em direção aos Estados Unidos, a cerca de 3000 quilómetros de distância. Uma viagem que poderá demorar um mês, segundo a ONG Povos Sem Fronteiras.

A UNICEF alertou para a "vulnerabilidade" e pediu o respeito em particular dos direitos do grande número de crianças que compõem a caravana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Confrontos entre a polícia e migrantes na fronteira entre a Bósnia e a Croácia

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado