A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polónia volta atrás em braço-de-ferro com UE sobre juízes

Reforma judicial polaca afinal não deverá avançar devido a Bruxelas
Reforma judicial polaca afinal não deverá avançar devido a Bruxelas -
Direitos de autor
REUTERS/Kacper Pempel/Arquivo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O governo da Polónia parece disposto a voltar atrás na reforma do Supremo Tribunal que engendrou um desaguisado com a União Europeia.

Segundo o rascunho da revisão da lei, os juízes que foram reformados compulsivamente poderão voltar ao trabalho.

O texto publicado no site do parlamento polaco informa que a lei foi revista para executar uma injunção do Tribunal Europeu de Justiça.

A Comissão Europeia tinha levado este caso à justiça, por receio de que a lei viesse baixar os padrões democráticos. No último mês, o tribunal decidiu a favor de Bruxelas.