A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mubarak reaparece em julgamento contra Mohamed Morsi

Mubarak reaparece em julgamento contra Mohamed Morsi
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Quase dois anos depois da última aparição, o ex-presidente egício Hosni Mubarak surgiu esta quarta-feira em público para comparecer no novo julgamento de Mohamed Morsi.

O líder que governou o Egito durante 30 anos até ser deposto na revolução de 2011 falou como testemunha no processo que acusa o seu sucessor, Mohammed Morsi, e líderes da Irmandade Muçulmana de ajudarem a entrar no país militantes armados do Hamas e do Hezbollah, em 2011.

Segundo o antigo líder, terão entrado cerca de 800 combatentes para espalhar o caos no Egito.

No entanto, Mubarak recusou responder a algumas questões do juiz por estarem em causa segredos de Estado e pediu autorização ao atual presidente, Abdel Fattah al-Sisi, para revelar essas informações.

O 'Faraó', como ficou conhecido, chegou também a cumprir até 2017 uma pena por apropriação de fundos públicos, sendo depois ilibado num outro caso caso que investigava a morte de 239 manifestantes durante a 'Primavera Árabe'.

O tribunal do Cairo reagendou a discussão do processo contra Mohamed Morsi para 24 de janeiro.