Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Embaixada Britânica em Portugal tenta tranquilizar expatriados

Embaixada Britânica em Portugal tenta tranquilizar expatriados
Tamanho do texto Aa Aa

A Embaixada Britânica em Portugal está a organizar reuniões com os britânicos que residem em terras lusas, para tentar responder às preocupações e dúvidas dos cidadãos sobre o Brexit. A Euronews assistiu à reunião em Tomar, embora não tenha sido autorizada a filmá-la.

As representantes do Reino Unido em Portugal insistiram nos direitos garantidos pelo acordo com Bruxelas, apesar de este ter sido rejeitado pelo Parlamento Britânico. O cenário de uma saída sem acordo foi o último a ser abordado.

No final do encontro, os britânicos continuavam com dúvidas, mas tinham também algumas respostas.

"Pessoalmente, obtive garantias sobre a assistência médica, as cartas de condução, cuja informação na internet me parecia bastante confusa, e sobre viajar", disse Helen Curtis.

"A situação no Reino Unido é completamente confusa. Há coisas para as quais eles não têm respostas e temos de aceitar isso", afirmou Paul Verdeyen.

"O Governo português parece dar respostas muito mais afirmativas, como 'sim' ou 'não'. Não há 'talvez'. Acho que é muito mais fácil trabalhar com o Governo Português do que com o Governo Britânico neste momento", sublinhou Emily Etchells.

Numa declaração previamente preparada, a cônsul britânica agradeceu o plano de contingência português, que garante que os cidadãos britânicos residentes em Portugal vão manter o seu direito de residência, mesmo no caso de uma saída sem acordo. "Isto é reconfortante para a nossa comunidade e é reciproco, tendo em conta a oferta feita pela nossa primeira-ministra, para proteger os direitos dos cidadãos da União Europeia que vivem no Reino Unido", afirmou a cônsul britânica, Simona Demuro.