Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Milhares assistem às homenagens a Adamovicz

Milhares assistem às homenagens a Adamovicz
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Polónia continuam as cerimónias fúnebres de Pawel Adamowicz, o presidente da câmara de Gdansk, que morreu esta segunda-feira depois de ter sido esfaqueado numa cerimónia pública.

Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, e algumas das principais figuras da Polónia, incluído o presidente e o primeiro-ministro, participaram na missa, na igreja de Santa Maria.

Nas ruas de Gdansk, com temperaturas negativas, concentraram-se dezenas de milhares de pessoas com bandeiras e velas na mão.

Adamowicz tinha 53 anos. Foi esfaqueado durante um evento para a angariação de fundos da Grande Orquestra de Natal, a maior organização sem fins lucrativos da Polónia.

O autor confesso do crime é um homem de 27 anos que disse que tinha sido preso injustamente pela Plataforma Cívica, o movimento político a que pertencia o autarca.