Última hora

Última hora

Fim de semana escaldante na Venezuela

Fim de semana escaldante na Venezuela
Tamanho do texto Aa Aa

A Venezuela sai para as ruas este sábado. A oposição para fazer ouvir a sua voz contra o atual regime numa manifestação convocada pelo presidente autoproclamado, Juan Guaidó, os defensores de Nicolás Maduro para comemorar o vigésimo aniversário da chegada de Hugo Chávez ao poder.

O mundo inteiro está de olhos postos no país sul-americano e o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, não é exceção. O português recebeu o presidente boliviano Evo Morales, um dos apoiantes de Maduro, mas por enquanto descarta uma visita a Caracas.

Fez saber através do seu porta-voz que está em contacto com vários líderes internacionais, que irá esperar para ver como é que a situação evolui para poder ajudar de forma produtiva, e não apenas para fazer manchetes.

O fim de semana promete ser escaldante na Venezuela, se no sábado têm lugar as manifestações de ambas as partes, no domingo chega ao fim o prazo dado pela União Europeia a Nicolás Maduro para a convocação de eleições livres no país.