A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Partido Socialista é o favorito nas legislativas da Moldávia

Partido Socialista é o favorito nas legislativas da Moldávia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os moldavos escolhem este domingo quem vai fazer parte do novo parlamento.

A pequena ex-república soviética de 3 milhões e meio de habitantes, está, como muitos dos vizinhos da região, dividida entre quem defende a aproximação à União Europeia e à NATO e quem continua a querer manter os laços com a Rússia.

Desde a independência em 1991, a Moldávia tem vivido em constantes crises políticas.

O Partido Socialista, do presidente, pró-russo, é o grande favorito. Em segundo lugar nas sondagens aparece a aliança ACUM e que defendem a adesão à União Europeia e à NATO.

Esta aliança quer acabar com o controlo dos lugares públicos por parte do Partido Democrático, atualmente no governo e apenas terceiro nas sondagens.

A Moldávia é um dos países mais pobres da Europa e um quarto da população saiu do país.

Para lembrar os que foram obrigados a emigrar, repetiu-se este sábado um protesto em que foram deixados dezenas de pares de sapatos no centro da capital do país.