Última hora

Última hora

Calais: França condenada por "tratamento degradante" a menor afegão

Calais: França condenada por "tratamento degradante" a menor afegão
Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou França pelo "tratamento degradante" dado a um afegão de 12 anos, durante o desmantelamento do campo de refugiados de Calais. Na chamada "selva de Calais" viviam, aproximadamente, 10 mil migrantes.

O menor "viveu durante vários meses no campo de migrantes, num ambiente completamente inadequado à sua condição de criança e de numa precariedade inaceitável tendo em conta a sua tenra idade", disse o Tribunal condenando o país a pagar uma soma de 15 mil euros por danos morais.

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aponta ainda o "incumprimento de uma ordem do juiz", que se destinava a permitir que o jovem fosse acomodado em instituições de solidariedade social.

Em março de 2016 o menor deixou o campo para entrar clandestinamente no Reino Unido, onde foi acolhido pelos serviços britânicos de ajuda a crianças.

Desde o desmantelamento do campo de refugiados, em 2016, que as autoridades tentam impedir a criação de uma nova "Selva" em Calais.