A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Nova ópera Frankenstein estreia em Bruxelas

Nova ópera Frankenstein estreia em Bruxelas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma nova ópera Frankenstein estreou em Bruxelas. O romance original, escrito por Mary Shelley, publicado em 1818, foi trabalhado pelo compositor norte-americano Mark Grey e por Àlex Ollé, um dos diretores artísticos da companhia catalã "La Fura dels Baus".

"Estamos a olhar mais para a psicologia do trabalho, por que razão a criatura é expulsa, por que razão há discriminação contra a criatura e por que razão a criatura mata devido ao seu instinto animal para sobreviver", afirmou o compositor norte-americano da ópera Frankenstein, Mark Grey.

"Elisabeth é no final a única mulher que tenta entrar em contacto com a criatura. Ela não grita. Ela tenta entendê-la", diz a soprano Eleonore Marguerre.

"Hoje estamos a falar sobre uma nova espécie de não humanos, mas humanóides, talvez ciborgues e, tal como a criatura, vão levantar a questão da identidade? Vão ser-lhes garantidos direitos e dignidade, e vão pagar impostos? Todas estas questões são relevantes, porque elas estão nos livros", realça a dramaturga Júlia Canosa i Serra.

A Ópera Frankenstein pode ser vista em Bruxelas até dia 20.