A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Coreia do Norte pressiona EUA com reativação de centro de testes

Coreia do Norte pressiona EUA com reativação de centro de testes
Direitos de autor
عکس از رویترز
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte pode estar de volta aos testes balísticos. Imagens de satélite divulgadas esta semana revelaram atividade no centro de lançamento de mísseis de Sohae, instalações que estavam inativas desde agosto de 2018.

Segundo o Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais dos Estados Unidos, a atividade foi detetada dois dias depois do fim abrupto da cimeira entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un.

O fracasso do encontro dos dois líderes no Vietname, em 28 de fevereiro, só foi assumido por Pyongyang esta semana.

Para alguns especialistas americanos, estas manobras visam pressionar os Estados Unidos da América a retomar o diálogo o mais rápido possível.

Apesar de não existirem ainda informações oficiais, Donald Trump já reagiu às atividades norte-coreanas.

O líder da Casa Branca disse que ficaria muito desapontado se a Coreia do Norte retomasse os testes e que essa seria uma surpresa negativa face à boa relação que diz ter com Kim Jong-Un.