Última hora

Última hora

Britânicos em Espanha apreensivos

Britânicos em Espanha apreensivos
@ Copyright :
Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Sitges é uma cidade costeira catalã que fica a 35 quilómetros de Barcelona. Aí residem cerca de 2 mil cidadãos britânicos. É o caso de Enge Baker. Vive em Espanha há 22 anos e em Sitges trabalha numa loja de produtos britânicos. Acompanha as votações desta semana com apreensão e mostra-se aliviada pela rejeição de uma saída sem acordo, aprovada esta quarta feira.

Enga Baker sublinha que o mais difícil é "não saber o que vai acontecer; como é que o Brexit vai afetar a produção, venda de bens britânicos" ou mesmo as compras e a importação que faz para a loja. Uma incerteza que impede um planeamento a médio prazo"

Seja qual for o desfecho das votações desta semana, faltam pistas sobre o futuro. Michael Hales, antigo tradutor-intérprete na União Europeia, espera que os britânicos sejam de novo chamados a escolher. "Espero que exista o que eles chamam de votação do povo - na prática, um segundo referendo -, porque acho que muita gente já percebeu que comprou gato por lebre; não foram devidamente informados. Não imagino que o Brexit possa ter sucesso em qualquer cenário," afirma.

A Espanha tem a maior comunidade britânica no exterior e já criou um plano para garantir os direitos de residÊncia e acesso a cuidados de saúde para estes cidadãos num cenário de Brexit.

Para Peter Warren, um escocês de 51 anos que dá aulas de inglês em Espanha, a comunidade tem "bastante sorte", porque o governo espanhol garantiu que os britânicos vão estar protegidos. "É mais do que nos disse o governo britânico," afirma, acrescentando que "o que está a acontecer esta semana em Westminster não nos dá qualquer conforto".