Última hora

Última hora

Rumo ao Brexit sem acordo

Rumo ao Brexit sem acordo
Direitos de autor
REUTERS/Pascal Rossignol
Tamanho do texto Aa Aa

Para a União Europeia é praticamente adquirido que, após a terceira rejeição dos planos de Theresa May pelo parlamento britânico, a saída do Reino Unido, no dia 12 de abril, será sem acordo.

O presidente da conselho europeu, Donald Tusk, anunciou via twitter a convocação de um conselho europeu no dia 10 de abril, dois dias antes da data anunciada para o divórcio.

Bruxelas pede a Londres indicações sobre o próximo passo, mas as reações são cada vez mais de conformismo com o cenário possível.

O negociador europeu para o Brexit, Michel Barnier, lembra, no entanto, que este não é o desfecho que a Europa esperava: "Sejamos francos, senhoras e senhores, sem uma escolha positiva, a opção, por defeito, será o não acordo, que é o mais provável. Não era o cenário que queríamos, mas os 27 estão a gora preparados para isso".

Face ao risco de uma saída do Reino Unido sem acordo, há ainda quem tente o tudo-por-tudo. O presidente francês, Emmanuel Macron, diz que "é urgente que o governo britânico apresente um plano alternativo nos próximos dias".